• Dra. Bruna Vilella | Oftalmologista em Ribeirão Preto

Exame de retina pode prever ataque cardíaco

Através do exame de retina podemos identificar diversas patologias sistêmicas como hipertensão arterial, diabetes mellitus, doenças autoimunes entre outras. Agora, estudos recentes, estão usando inteligência artificial (IA) e biomarcadores para prever e detectar precocemente algumas doenças. Por exemplo:


  • Baseado em IA, pesquisadores Estados Unidos desenvolveram um programa para detectar indícios da doença de Parkinson.

  • Um estudo publicado no British Journal of Ophthalmology, também basedo em IA, mostrou que retinas mais envelhecidas tem maior risco de desenvolver maiores problemas de saúde.

  • Já um estudo com biomarcadores, mostrou que alterações na densidade e tortuosidade dos vasos sanguíneos aumentam o risco para doenças coronarianas.


Com base nesse último estudo citado, de biomarcadores, pesquisadores do Reino Unido criaram uma rede digital baseada em Inteligência Artificial para prever o risco de infarto através de dados demográficos dos pacientes e exames de retina. Esse estudo foi publicado na revista Nature, e recentemente aqui no Brasil, na revista Exame.


Nesse estudo, cientistas da Universidade de Leeds (Reino Unido), utilizaram imagens da retina e dados demográficos doa pacientes para criar um sistema de IA no qual avaliava a massa e volume diastólico final do ventrículo esquerdo da retina para encontrar biomarcadores de doença cardíaca e antecipar em 1 ano o diagnóstico de infarto do miocárdio. A precisão do estudo variou de 70 a 80%, dessa maneira, mostrou que o exame de retina pode ser uma nova opção para detecção de patologias cardiovasculares.


Mas por que esse estudo nos passa um dado tão importantes?

Segundo o supervisor do estudo, o professor Alex Frangi, a fundoscopia (exame da retina) além de baratas, são realizadas rotineiramente em consultórios oftalmológicos, assim, associando a uma triagem, pacientes de alto risco podem ser encaminhados para serviços cardiológicos específicos. Isso pode revolucionas o rastreio de doenças cardíacas, que são a principal causa de morte precoce no mundo todo.



exame retina e ataque cardíaco - olho coração